A nova pandemia: golpes, estelionato e fraudes digitais

Conheça as dicas para evitar golpes virtuais e como fazer a denúncia

Por Andréa Pessoa*

Nesses meses de isolamento social por conta da covid-19, houve um aumento exponencial de golpes, fraudes e estelionatos digitais. Um relatório inédito da Apura Cybersecurity Intelligence, empresa de segurança cibernética e investigação em meios digitais, identificou um aumento de mais de 41.000% de sites suspeitos sobre o coronavírus e a covid-19, atuando no Brasil: passaram de 2.236 para 920.866.

O período da pesquisa foi entre março e maio deste ano. Links falsos no whatsapp, e-mails fraudulentos como se fossem da Organização Mundial de Saúde (OMS), oferta de cerveja gratuita, “lives” de shows clonados, pesquisas telefônicas sobre coronavírus são alguns dos golpes digitais. Além disso, milhares de pessoas no Brasil estão sendo lesadas e tendo seus dados bancários e pessoais roubados por links ou aplicativos maliciosos (falsos).

Caso você seja vítima de crimes digitais, faça um boletim de ocorrência na Polícia. Isso ajuda a desvendar os criminosos. A denúncia pode ser feita pela internet no link https://servicos.sds.pe.gov.br/delegacia/ . Em caso de dúvidas, ligar para a Polícia Civil de PE, no plantão 24 horas no (81) 3184-3205.

Golpe do 0800 – Outra modalidade de golpe que já preocupa a Polícia é o golpe do telefone 0800. Os criminosos ligam para a pessoa, dizendo que é do seu banco, informam que seu cartão foi clonado e mandam ligar numa suposta central 0800 da entidade bancária, que cita compras que você não reconhece. Neste momento, a pessoa acredita que é mesmo do banco, digita a senha no teclado, que imediatamente é clonada. Depois disso, eles pedem para a pessoa entregar o cartão ao motoqueiro do banco, que irá buscar onde a pessoa estiver.

O cliente do banco acredita porque o número do 0800 é mesmo igual ao do banco que a pessoa tem. No entanto, antes disso, os criminosos já agiram no celular da vítima para que a ligação seja direcionada para um call center fake.

Auxílio emergencial – Os crimes digitais não perdoaram nem o auxílio emergencial. A Caixa Econômica informou que, em apenas um mês, foram detectados mais de 60 aplicativos e sites fraudulentos ou com informações falsas sobre o auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo federal a beneficiários do Bolsa Família e a trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores individuais (MEIs). O levantamento foi realizado entre 19 de março a 17 de abril.  As páginas e esses apps foram desativados com o apoio da Polícia Federal e das próprias lojas de aplicativos.

Dicas para se precaver de crimes virtuais, segundo especialistas de cibersegurança (Apura Cybersecurity):

  1. Evite clicar em links de e-mails não solicitados e tenha cuidado com os anexos;
  2. Use fontes confiáveis para obter informações baseadas em fatos sobre a Covid-19;
  3. Não revele informações pessoais ou financeiras por e-mail e não responda a solicitações;
  4. Antes de clicar em um link recebido por SMS ou WhatsApp, verifique se trata-se de um site verdadeiro;
  5. Antes de instalar um aplicativo no celular, verifique se é o app oficial, buscando referência no site da organização ou empresa relacionada;
  6. Verifique a autenticidade da instituição antes de fazer doações;
  7. Quando for utilizar um QR Code para pagamento ou doação, confirme se o código tem origem no site ou live oficial;
  8. Caso identifique uma fraude, denuncie para as autoridades responsáveis.

_______________________________

* Andréa Pessoa é jornalista​​, palestrante, facilitadora de ​C​ursos de Comunicação e Marketing Digital​, Gestão da Imagem Corporativa, além de consultora de Gestão de Crise de Imagem​ da Mandala Consultoria de Comunicação ​​​​(@mandalaconsultoria). ​

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s